A Pinha de Oníris

No dia em que fui registar no IGAC o manuscrito de "As 7 Cores de Oníris", a Manuela Santos foi comigo. 
Esta pinha estava no caminho e e ela guardou-a como símbolo desse acontecimento.

Agora enviou-me a foto, para que todos pudessem conhecer a Pinha de Oníris
Obrigada, Manuela :)

2 comentários:

Manuela Santos disse...

A pinha de Oníris acompanha-me desde 2004 (se a memória não me falha) sendo uma doce recordação dos momentos vividos nessa data e testemunha do percurso desta querida amiga escritora, Rita :)

Rita Vilela disse...

Obrigada, Manuela Santos

É um privilégio ter amigos assim, que nos acompanham nos momentos especiais :)

Um beijinho grato